MINHAS PROPOSTAS

Minha meta-síntese para os próximos quatro anos de mandato é fazer de Belo Horizonte uma cidade mais aberta, democrática e que incentive a participação popular. O foco é criar projetos de lei que concedam aos belo-horizontinos e belo-horizontinas o poder de opinar sobre a execução do orçamento municipal, por exemplo. Também vou incentivar a ampliação da presença da sociedade nos rumos da educação municipal.  


A meta-síntese abrange cinco eixos: recuperação econômica, desenvolvimento social, educação, mobilidade e regionalização do mandato. A definição dos tópicos se deu por meio da análise dos encontros com eleitores, visitas às nove regiões da capital, notificações de problemas, participação em comissões, emissão de pareceres a respeito de projetos de lei e debates em plenário desde 2017.

Recuperação econômica

  • Criação de um conselho de mandato formado por  economistas e empresários, para assessoramento da atuação legislativa nessa área.

  • Apresentação de projetos de lei que desburocratizem o funcionamento das atividades geradoras de emprego e renda em Belo Horizonte e tornar o ambiente de negócios mais amplo e facilitador.

  • Manter a política de redução de gastos no gabinete legislativo. Em quatro anos, o vereador Gabriel Azevedo economizou mais de R$ 1,6 milhão. 

Desenvolvimento social

  • Agir para regularizar a cidade informal e diminuir as diferenças sociais – desigualdade e informalidade.

  • Incentivar a elaboração de parcerias entre a administração municipal e organizações do terceiro setor, ampliando a capacidade de atendimento aos segmentos mais carentes da população belo-horizontina.

 

Educação

 

  • Foco no professor.

  • Incentivo às boas práticas educacionais.

  • Criação de mecanismos para que os pais e mães possam escolher e valorizar o melhor professor.

  • Estabelecer forma de premiar os melhores professores e torná-los multiplicadores das boas práticas.

Mobilidade

 

  • Insistir na abertura da caixa preta da BHTrans, com a criação de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a relação entre a empresa que gerencia o transporte público na capital e as concessionárias de transporte coletivo.

  • Fiscalizar a mobilidade e apurar como foram aplicados os recursos repassados pela administração municipal às empresas de ônibus e avaliar a qualidade do serviço.

  • Propor a extinção do atual contrato, que tem duração prevista até 2028, e fazer um novo, mais transparente e moderno.

  • Com o sistema de transporte público apresentando sinais consistentes de colapso, é necessário o estabelecimento de um novo contrato, o quanto antes. 

Regionalização do mandato 

  • Eleição para a escolha dos co-vereadores, que atuarão nas regiões da capital, auxiliando o vereador na solução de problemas e atendimento das demandas em cada bairro.

  • A duração do mandato dos co-vereadores será debatida amplamente com os eleitores, já no começo da próxima legislatura, em 2021.

  • Definir os temas prioritários para a atuação dos co-vereadores.

CONTATO

WhatsApp: (31)9.9879-2849

E-mail: [email protected]

PATRIOTA  • CNPJ GABRIEL: 38.584.455/0001-74

  • Instagram
  • Whatsapp
  • Youtube
  • Twitter